Embalagem de celofane - o mito do plástico

Algumas de vocês já devem ter visto/recebido nossos sabonetes embalados em celofane e devem estar se perguntando: por que mudaram para uma embalagem plástica, que degrada o meio ambiente e não condiz com a filosofia da Plenitude? 

Estamos aqui para esclarecer essas dúvidas!

Vocês sabem que, como nossos produtos são 100% naturais, feitos à base de ingredientes que a própria natureza oferece, são bons não apenas para a nossa pele, mas também para o meio ambiente, já que toda a composição de nossos produtos é biodegradável. Com a embalagem, não poderia ser diferente.

Só que a embalagem original, de papel kraft, estava ocasionando alguns problemas para os sabonetes. O papel manchava, oxidava e deixava as barras "suando", pois somos do Rio, uma terra linda, quente e úmida. Não era a melhor opção, mas achávamos que, se quiséssemos seguir com nossa filosofia, teríamos que arcar com essas consequências.

Ainda bem que estávamos erradas! 

Depois de muito estudo, descobrimos que o melhor material para embrulhar sabonetes é o celofane - um filme polimérico de celulose que possui uma característica única: permite que o produto embalado respire e continue a secar! É diferente do polipropileno (plástico), que é impermeável e não respira, ocasionando mofo, fungo e rancificação do sabonete, além de levar centenas de anos para se decompor.

Para vocês terem ideia da diferença de um para o outro, se queimarem o celofane, ele reagirá como um papel comum, enquanto o plástico se enrugará e retorcerá.

Também utilizamos goma arábica como cola, um substituto natural para a cola branca.

Portanto, não se preocupem - nosso produto continua sendo 100% natural e consciente.